Pages

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Blogagem Coletiva - Maternidade Real

Ai, que emoção, minha primeira Blogagem Coletiva . Então respira fundo e vai .


Bom, a maternidade não é assim cor de rosa como muitos dizem viu , porque não adianta você enfiar a cara na internet, livro, pediatra, psicóloga, porque a realidade meu bem, é muito diferente viu . 
Tudo começa na gravidez né , quando você tem um POSITIVO nas mãos, de repente todos a sua volta tem uma teoria, seja sobre o formato da barriga, sobre como produzir mais leite , sobre como e quando você deve dormir e, ainda lidar com aquele monte de gente que acha que sua barriga é banca de feira , onde tudo mundo passa a mão e alisa , só pra ver o que acontece . 

Bom no meu caso quase enlouqueci, porque além de ser mãe de primeira viagem, meu filho é o primeiro em tudo: primeiro neto, sobrinho, bisneto, primo, enfim o primogênito sabe , ai imaginem a cena de todo mundo querer cuidar do primogênito . 

 Dai que quando o bebe nasce você literalmente diz : E agora ? 
 Não é como brincar de boneca, bonecas podem cair e não tem aquele umbigo molengo que dava agonia só de olhar . Ai você pensa, cadê o instinto materno ? 
 Ah, mãe conhece o choro do filho, sabe o que ele quer só de pensar , (onde acontece isso , se alguém descobrir me conta) . Ah você vai saber o que ele tem, não se preocupe , aff . 
 E a amamentação? Nossa é um momento mágico, único, é maravilhoso . Ok é sim, mas só depois de uns longos meses . Porque meu bem você aguentar um serzinho chupando você com toda a força do mundo e no meu caso com um dente sem vergonha a cada 30 minutos , é fróid viu . 
Ai acaba sua licença maternidade e seu coração dói porque você não quer se separar e não confia em ninguém pra deixar seu pequeno tesouro . 
 Você faz as escolhas por ele, você vive a vida por ele, seu mundo gira em torno dele e você tenta ser perfeita até o dia em que seu filho cai da cama, ou fica doente . Você se culpa , coisa que na teoria não devia existir não é mesmo, você se culpa por ter que deixa-lo 12 horas em uma escola, você se culpa por não ter visto os primeiros passos, você se culpa por não ter condições nem coragem de largar tudo para poder viver todas as horas do mundo para seu filho . Você se culpa por pagar para que as pessoas possam acompanhar os melhores momentos do seu filho . 
Dai ele vão crescendo e cada dia é uma fase, você acha que tendo uma rotina com horas determinadas pra tudo vai resolver todos os seus problemas , mas ai você descobre que filho não vem com manual de instruções, que ele tem vontade própria e ele também precisa sair do ritmo de vez em quando . 
 O pediatra diz que não pode isso, não pode aquilo , mas você no seu coração sabe o que é melhor . 
 Pois é minha gente a teoria de que siga sempre o que seu pediatra diz é o grande desafio da maternidade, você no seu coração de mãe vê que o que seu filho tem é uma febrinha emocional porque você tirou a mamadeira dele e não por uma virose qualquer  .
 Enfim , nós nas nossas imperfeições conseguimos ser aquela pessoa que seu filho chama quando quer colo, a pessoa em que ele um dia vai abraçar pulando feliz por suas conquistas, aquela pessoa que ele vai sempre buscar como referencia , por isso eu digo: 

EU SOU A MELHOR MÃE QUE POSSO SER !!!
VOU SEMPRE SEGUIR MEU CORAÇÃO 
PORQUE AS TEORIAS SÃO PARA OS GRANDES SÁBIOS E INVENTORES 
E EU SOU MÃE ... 

3 comentários:

Camila disse...

Aminha filha tbem foi a 1a. neta, 1a. sobrinha, primeira tudo, é uma dificuldade, não é?? Mas a gente vai aprendendo e superando todos os dias, amando e sendo a melhor mãe que podemos ser!
Bjos,
Camila
www.mamaetaocupada.blogspot.com

Mirys + Guigo + Nina disse...

Olá!
Também estamos fazendo parte dessa blogagem!

A nossa participação tá aqui ó:
http://diariodos3mosqueteiros.blogspot.com/2011/04/maternidade-real-mae-pode-querer-ser.html

Bjos e bençãos.
Mirys

Mirys disse...

Háháhá!
Adorei seu relato tão real!!!

Mas, o final foi especial: também quero ser aquela pra quem eles vem correndo para comemorar uma conquista! Ôh se quero!!!

Bjos e bençãos.
Mirys
www.diariodos3mosqueteiros.blogspot.com